Laboratorio Cianorte

Dicas, Recomendações, Ideias

Qual A Importancia Da Atmosfera?

O que é e qual a importância da atmosfera?

Proteção invisível: o papel da atmosfera na Terra – Espaço do Conhecimento UFMG 21 de abril de 2020 Ouça também no Spotify! A gente sabe que o Sol está bem longe, a cerca de 150 milhões de quilômetros da Terra, mas mesmo assim seu calor consegue chegar até aqui. Qual A Importancia Da Atmosfera Como funciona? Ela envolve nosso planeta como uma casca de laranja e é dividida em cinco camadas! Cada uma delas tem funções específicas. Veja: Troposfera : é a mais próxima da superfície terrestre e tem entre 8 e 14 km de espessura. Nos pólos, ela é mais fina.

  1. Na troposfera, está o ar que respiramos e as nuvens.
  2. Estratosfera : logo acima, está a camada que tem suas próprias camadas.
  3. Aqui, não há tempestades ou turbulências, fazendo com que o ar frio e pesado fique embaixo, e o ar quente e morno, no topo.
  4. Ela tem 35 km de espessura e abriga a importante camada de ozônio, que nos protege da radiação ultravioleta do Sol.

Mesosfera : também com 35 km de espessura, é a camada mais alta da atmosfera em que os gases estão todos misturados. Nessa altura, o ar é rarefeito, e não conseguiríamos respirar! É por lá que ocorrem os meteoros. Termosfera : A temperatura nessa camada pode chegar a 2.500ºC! Mesmo assim, você passaria frio se fosse passear pela termosfera, pois não há moléculas de gás suficientes para transferir o calor para o nosso corpo. Qual A Importancia Da Atmosfera Vamos viajar mais pelo universo? Confira mais textos como esse no ! : Proteção invisível: o papel da atmosfera na Terra – Espaço do Conhecimento UFMG

O que é mais importante na atmosfera?

O nitrogênio e o oxigênio são os principais gases presentes na atmosfera. Trata-se da camada protetora do planeta Terra.

Como a atmosfera protege a vida na Terra?

Atmosfera terrestre: o que é, camadas, composição e importância Carolina Batista Professora de Química

  • A atmosfera é um revestimento de gases que o planeta Terra possui e que se mantém pela atração da gravidade.
  • Os gases atmosféricos são importantes para manter a vida na Terra, pois suas funções são: fornecer oxigênio para respiração dos seres vivos, manter a temperatura adequada, proteger da radiação incidente e distribuir água através da chuva.
  • A atmosfera protege o planeta absorvendo a radiação ultravioleta através da camada de ozônio, queimando meteoros por atrito e temperatura impedindo que cheguem até a superfície e regulando a quantidade de calor pelo efeito estufa.
  • Os principais gases que compõem a atmosfera são: nitrogênio (N 2 ), oxigênio (O 2 ), argônio (Ar), dióxido de carbono (CO 2 ), vapor d’água (H 2 O), hélio (He) e hidrogênio (H).

Porque a atmosfera é importante para a temperatura da Terra?

Você sabia que sem a sua atmosfera, não haveria seres humanos na Terra? – A composição da atmosfera terrestre inclui um conjunto de gases, sendo os principais: → O Oxigênio (O), importante para os processos vitais no planeta, utilizado na respiração da maioria dos seres vivos; o ozônio, que tem a capacidade de absorver a radiação ultravioleta (UV) do sol na reação de fotodissociação ; → O Nitrogênio (N), que atua no crescimento das plantas, e também participa da formação de diversas moléculas orgânicas necessárias para o metabolismo; → O Dióxido de Carbono (CO2), que é um eficiente absorvedor de energia radiante (de onda longa) emitida principalmente pela Terra e pelas nuvens, influenciando o fluxo de energia através da atmosfera, fazendo com que a baixa atmosfera retenha o calor, tornando a Terra própria à vida; ele também é utilizado pelas plantas no processo da fotossíntese, quando parte da energia solar (luminosa) é transformada em energia química, que circulará por todos os ambientes nas cadeias alimentares; → O Vapor D’Água (H2O), que tem grande capacidade de absorção, tanto da energia radiante emitida pela Terra (em ondas longas), como também de parte da energia proveniente do sol, e partículas.

Graças à ação da gravidade, as partículas de ar que compõem a atmosfera terrestre não se dissipam pelo espaço, permanecendo unidas e próximas da superfície (encontram-se moléculas atmosféricas até aproximadamente 30 km da superfície). A atmosfera é importante pois possibilita um ambiente propício para o desenvolvimento dos organismos vivos.

Ela é responsável por uma série de funções que protegem a superfície terrestre, como a manutenção da temperatura média, defesa contra o ataque de meteoritos e no auxílio ao bloqueio dos raios ultravioleta a um nível ideal para que a vida suporte esses raios nocivos.

  1. Sem a atmosfera, a irradiação proveniente do Sol iria manter a temperatura tão alta e com tanta quantidade de raios ultravioleta, que não seria possível qualquer forma de vida na Terra.
  2. Como referenciar este conteúdo: SILVA, Carolina Nunes da.
  3. A Importância da Atmosfera Terrestre.
  4. Jovem Explorador, 11 mar.2022.

Disponível em:

O que aconteceria se não houvesse a atmosfera?

Introdução – Atmosfera é o nome dado à fina camada de gases e de aerossóis que envolve a Terra. Ela é a responsável pela visão do nosso planeta como uma esfera de cor azul brilhante quando observado do espaço. Essa fina camada de ar – com 99% dele preenchendo apenas os 32 km iniciais de altitude, é essencial para a manutenção, tanto da vida quanto dos processos físicos e biológicos que acontecem no planeta.

Sem a atmosfera não existiria a vida como a conhecemos hoje. É da atmosfera que grande parte dos seres vivos retira o gás oxigênio para a respiração e as plantas retiram o gás carbônico para a fotossíntese. Ela é importante também porque nos protege da radiação ultravioleta e mantém durante a noite parte do calor recebido do Sol.

Também impede que nosso planeta esquente demais durante o dia. Ou seja, a atmosfera atua como uma estufa que mantém a temperatura média da Terra em torno de 14 °C.

Quais são as 7 camadas da atmosfera?

As camadas da atmosfera constituem divisões da atmosfera terrestre baseadas na variação de temperatura. São elas: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera.

Qual o conceito de atmosfera?

Atmosfera, camada gasosa que envolve a Terra, é composta por gases como oxigênio, hidrogênio e gás carbônico. É dividida em camadas e garante a sobrevivência no planeta. O planeta Terra é envolto por uma camada gasosa conhecida como atmosfera terrestre.

Qual a importância da atmosfera como fonte de Matéria-prima?

Ela regula o clima e atua como meio de transporte de substâncias indispensáveis à vida, como oxigênio, dióxido de carbono e água. Além disso, a atmosfera protege a superfície terrestre das radiações ultravioleta provenientes do sol e das radiações cósmicas, absorvendo-as quase totalmente.

Como proteger a atmosfera?

As atividades produtivas têm acentuado os impactos ambientais, tanto nas áreas urbanas como nas regiões rurais. A necessidade de produzir cada vez mais rápido e em maior quantidade tem contribuído para a queda da qualidade do ar, especialmente nos grandes centros urbanos,

Estabelecer limites claros para os níveis de poluição nos ambientes urbanos e rurais; Uma vez estabelecidos esses níveis, promover o monitoramento diário e constante da qualidade do ar; Normatizar os critérios de emissão de gases poluentes, bem como estabelecer sanções a quem transgredir tais limites; Não pare agora. Tem mais depois da publicidade 😉 Reduzir a utilização de agrotóxicos e outros insumos químicos agrícolas, optando preferencialmente pelas alternativas biológicas; Promover a conservação e ampliação das áreas florestais, reservas ambientais e áreas de proteção ambiental naturais, além de reflorestar áreas degradadas; Incentivar a utilização de meios de transporte alternativos ao carro, bem como a implantação de sistemas de transporte coletivo de qualidade; Manutenção e criação de áreas verdes nos espaços urbanos, como bosques, praças, parques e corredores verdes; Incentivar o uso de instrumentos que minimizem as emissões de poluentes, como catalisadores automotivos, filtros nas fábricas e usinas, tratamento de resíduos etc. Promover o controle e a fiscalização das queimadas em lavouras, áreas de pastagens e em regiões de cobertura vegetal natural.

See also:  Inovatif Ne Demek?

Onde se encontra a atmosfera?

Ela fica principalmente no intervalo entre 15 a 35 km de altitude, embora a espessura varie sazonal e geograficamente. Cerca de 90% do ozônio em nossa atmosfera está contido na estratosfera.

Qual é a composição do ar atmosférico?

Os gases que fazem parte da composição do ar são em sua maioria o oxigênio e o nitrogênio. O ar é composto também por gás carbônico, gases nobres e vapor de água.

Qual é a importância da atmosfera para o estudo do tempo e do clima?

Qual é a função de atmosfera? – De modo geral, a atmosfera desempenha importantes funções, como filtrar os raios ultravioleta nocivos e manter a temperatura média da Terra por meio do efeito estufa, evitando grandes amplitudes térmicas entre o dia e a noite. Em outras palavras, graças à atmosfera, é possível que haja vida no planeta. Além disso, ela possui outras funções fundamentais:

  1. Proteger a biosfera da radiação ultravioleta proveniente do Sol;
  2. Fornecer O2 para manutenção da vida dos seres aeróbicos (macro e micro-organismos);
  3. Proteger a Terra de variações excessivas de temperatura, pela incidência direta dos raios solares;
  4. Equalizar as temperaturas das camadas mais próximas da superfície terrestre por meio da dinâmica e movimentação de massas de ar;
  5. Possibilita a existência da força da gravidade.

Por que a atmosfera é essencial para a sobrevivência dos seres aeróbios?

Suprir o Planeta de gases essenciais para a manutenção da vida orgânica – A atmosfera é constituída de diversos gases, como dióxido de carbono, oxigênio, nitrogênio e argônio. O gás carbônico ocupa apenas 0,039% do volume total da atmosfera, mas ele é fundamental para a manutenção de toda a cadeia biológica por ser utilizado pelos vegetais no processo de fotossíntese,

Quais são as 5 camadas da Terra?

A crosta, o manto, o núcleo, a litosfera e a mesosfera compõem a estrutura terrestre.

Quais problemas podem acontecer na atmosfera?

Problemas atmosféricos urbanos O condicionamento do clima é realizado a partir da interferência dos diferentes fatores climáticos (altitude, latitude, maritimidade, massas de ar etc.) sobre os elementos climáticos (temperatura, umidade, pressão atmosférica etc).

Essa interação de fenômenos atmosféricos ocorre nas mais variadas escalas, indo do local ou regional até o macrorregional, de forma que se formam tipos climáticos mais abrangentes e também os microclimas. O é, em grande medida, explicado pela interação de elementos locais sobre a atmosfera imediata, formando zonas climáticas muito restritas e específicas.

Desse modo, é possível compreender os problemas atmosféricos urbanos como o conjunto de oscilações e desequilíbrios nessa dinâmica local, o que causa prejuízos sociais em termos de saúde, infraestruturas e outros. Os principais problemas atmosféricos urbanos são as, a e a,

  • Eles estão relacionados, quase sempre, com os impactos gerados pelas atividades humanas sobre o meio, sobretudo a poluição do ar.
  • Afinal, não é raro ouvir por aí que “antigamente o clima de um lugar era mais frio do que atualmente”, o que revela, em partes, uma dinâmica que não é necessariamente global, mas que pode se referir à forma como o ambiente das cidades transformou-se nos últimos tempos.

Ilhas de Calor As ilhas de calor são uns dos principais problemas climáticos urbanos. Trata-se da elevação das temperaturas nos ambientes mais urbanizadas, ou seja, nas áreas centrais, comerciais e mais habitadas. Em muitos casos, a diferença de temperatura entre o centro de uma cidade e suas zonas periféricas chega a alcançar os 10ºC.

  1. A causa das ilhas de calor é uma combinação de fatores: ausência de vegetação, presença excessiva de grandes edifícios, poluição do ar e inserção de materiais na superfície que retêm o calor em maior quantidade (concreto, asfalto e outros).
  2. A remoção ou não preservação das áreas verdes nas cidades diminui a presença de oxigênio e também a produção local de umidade, isso sem falar no controle da temperatura do ar.

Os grandes prédios, por sua vez, funcionam como uma barreira que impede ou prejudica a livre circulação do ar, dificultando também a dispersão dos poluentes, que se acumulam e formam uma espécie de “pequeno efeito estufa” local. Com o recobrimento do solo com asfalto e concreto, além da grande presença de materiais reflexivos (janelas, vidros e espelhos), o calor conserva-se com muito mais intensidade, transformando certas áreas em verdadeiros “fornos” a céu aberto.

Inversão térmica A inversão térmica é um fenômeno natural, ou seja, acontece sem a necessidade da ação humana. No entanto, a sua ocorrência atrelada à intensiva poluição do ar prejudica sobremaneira o ambiente das cidades, podendo causar problemas respiratórios em boa parte da população urbana. Não pare agora.

Tem mais depois da publicidade 😉 Normalmente, quando não há inversão térmica em um local, existe uma circulação natural do ar. Dessa forma, o ar frio das áreas mais altas, por ser mais denso, desce em direção à superfície, onde se aquece e sobe novamente em direção às áreas mais elevadas, dando sequência ao ciclo. Qual A Importancia Da Atmosfera Paisagem da Cidade do México em um ambiente sem inversão térmica O problema acontece quando a superfície não se aquece, geralmente em dias de inverno e também pela manhã. Com isso, o ar não circula normalmente, pois uma camada de ar frio e denso acumula-se sobre a superfície, enquanto uma camada de ar quente permanece estacionada sobre essa camada de ar frio.

Qual A Importancia Da Atmosfera Ambiente com inversão térmica. Os poluentes acumulam-se próximo à superfície Qual A Importancia Da Atmosfera Cidade de Bangkok, Tailândia, sob a influência da inversão térmica Chuva ácida A chuva ácida é, por definição, uma reação causada pela elevada quantidade de elementos tóxicos emitidos no ar com a poluição atmosférica, fazendo com que a precipitação tenha um nível de acidez capaz de causar uma série de prejuízos socioambientais nas cidades e áreas de entorno.

A grande quantidade de elementos químicos emitidos no ambiente das cidades em forma de poluição atmosférica passa a reagir com o vapor d’água nela existente, formando uma série de componentes ácidos que caem na atmosfera em conjunto com as chuvas. Os impactos das chuvas ácidas são: destruição gradativa de edificações e patrimônios públicos, danificação das florestas e dos solos, elevação da acidez de lagos e represas com morte da fauna fluvial e prejuízos à saúde humana (ressecamento da pele ou doenças respiratórias, em caso de inalação dos poluentes que geram a acidez das chuvas).

O que aconteceria se a atmosfera sumisse por 5 segundos?

O que dá para fazer em cinco segundos? É tão pouco tempo que nem conseguimos pensar em algo para fazer neste tempinho. No entanto, o que será que aconteceria se todo o oxigênio existente no mundo simplesmente desaparecesse por este curto período de tempo? Pode parecer mentira, mas o mundo viraria um caos. Confira Reprodução/appp Para começar, todas as pessoas que estivessem muito expostas ao Sol (como banhistas e pessoas se bronzeando) sofreriam sérias queimaduras. Isto rolaria porque o oxigênio presente no ar ajuda a bloquear, aos poucos, os raios ultravioleta. Sem oxigênio, a exposição dos raios na pele seria muito maior e muita gente precisaria ir para o hospital Reprodução/Lafitness Cinco segundos sem oxigênio bastariam para deixar o céu totalmente preto. Menos partículas constituindo o ar significa menos luz sendo refletida e contida na atmosfera, o que deixaria os nossos dias muito escuros Reprodução/Face the wind Imagine que qualquer peça de metal que estivesse em contato com outro metal automaticamente se fundisse nestes cinco segundos! Engrenagens, motores, qualquer metal se uniria com outro metal em que estivesse encostado. Isso aconteceria porque o que impede os metais de se fundirem é uma camada de oxigênio (oxidação) na superfície dos objetos metálicos Reprodução/TheFabricator Outro desastre que aconteceria nestes cinco segundos sem oxigênio seria que a crosta da Terra entraria em colapso e se esmigalharia, causando terremotos e fissuras no chão. Isso porque a crosta é composta por 45% de oxigênio! Reprodução/Onordeste Os tímpanos de todas as criaturas do planeta explodiriam. O que explica este fato é que, sem oxigênio, a Terra perderia 21% da pressão do ar. A mudança repentina de pressão faria com que os ouvidos fossem danificados e todos no mundo ficassem surdos Reprodução/Flickr Sabe qual é um dos principais componentes responsáveis por deixar o concreto duro? Isso mesmo, o oxigênio. Bastariam cinco segundos sem O2 para que todas as construções feitas de concreto no mundo colapsassem e fossem reduzidas a pó Reprodução/Glyph Como todos sabem, a água (H2O) é formada por 1/3 de oxigênio. Sem oxigênio no mundo, todo hidrogênio (inclusive o presente na água) ficaria livre para sair da atmosfera. Isso significa que lagos, mares, rios e oceanos inteiros evaporariam em questão de segundos e iriam para o espaço. É isso mesmo, toda a água do planeta sumiria sem deixar vestígios Reprodução/Flickr Depois de tanto caos e coisas ruins acontecendo, está na hora de inverter o cenário. O que aconteceria se o nível de oxigênio no planeta Terra dobrasse de repente? Reprodução/Flickr Para começar, aviões de papel voariam mais longe e por mais tempo Reprodução/Colocation America Seríamos mais felizes e estaríamos mais alerta ao longo do dia. O oxigênio extra também influenciaria nosso desempenho físico em atividades, nossa cognição e nossa atenção Reprodução/Flickr Esta vai te deixar feliz: o desempenho dos nossos carros seria muito melhor. Andaríamos muito mais com menos combustível Reprodução/Computing Mas, pensando bem, isto pode fazer você mudar de ideia: tanto oxigênio faria os insetos ficarem gigantes! O tamanho de seus corpos é determinado pela proporção de oxigênio na atmosfera. Mais oxigênio geraria insetos imensos. No fim das contas, é melhor continuar como estamos hoje, não é mesmo? Reprodução/Pestval

See also:  Ses KSıKlığıNa Ne Iyi Gelir?

É possível ver a atmosfera da Terra?

Quando vemos fotos e vídeos da superfície da Lua, parece que nosso satélite natural está “mergulhado” em uma noite eterna. Mesmo que o Sol iluminasse a região onde naves pousaram por lá na era Apollo, não vemos um céu claro, como o da Terra durante o dia.

O que aconteceria com o planeta se os humanos desaparecessem de repente? Eis como o universo “perdeu” a chance de gerar vida logo após o Big Bang Por que a gravidade nos puxa sempre para baixo aqui na Terra?

Se acompanharmos outras missões espaciais, veremos que isso não acontece apenas na Lua. Quando astronautas na Estação Espacial Internacional fazem uma caminhada espacial, por exemplo, ficam sempre sob um “céu” escuro como a noite terrestre. Na verdade, todo o universo é escuro, salvo exceções, como o céu do nosso planeta ou de mundos como Marte.

  • Se você estiver pensando que a resposta é óbvia, saiba que essa questão é complicada até mesmo para os cientistas.
  • Claro, há um detalhe muito importante em nosso planeta que nos permite apreciar um céu claro: a atmosfera.
  • É graças a ela que a luz solar interage com partículas, e acaba se dispersando, produzindo cores.

O resultado não é exatamente um céu branco, mas azul durante o dia. Continua após a publicidade Nossa atmosfera faz muitas coisas incríveis, como absorver algumas faixas de comprimento de ondas da luz solar, como a faixa do ultravioleta. Ela também reflete as ondas de rádio de até 30 MHz, aproximadamente.

Por fim, a faixa de onda azul da luz solar tem o comprimento de onda exato para ser espalhada em todas as direções pelas moléculas da atmosfera. Daí o céu azulado. Em Marte, por outro lado, o céu diurno é de um tom amarelo-marrom, com o azul aparecendo apenas durante o pôr-do-Sol — ou seja, o inverso da Terra, onde de dia o céu é azul e os momentos antes do anoitecer costumam ter tons alaranjados.

Então, parece lógico concluir que a Lua, por exemplo, não tem um céu claro por falta de uma atmosfera. Essa afirmação está correta, mas não completa. Na astrofísica, essa questão é conhecida como Paradoxo de Olbers, e muitos cientistas e astrônomos famosos, como Johannes Kepler e Edmond Halley, tentaram resolvê-lo.

  1. Mas, para entender o tamanho desse problema, é preciso ter em mente o contexto da época em que ele foi proposto — o ano era 1826 e os cientistas ainda defendiam a tese do universo eterno.
  2. Por universo eterno, entende-se que não houve um Big Bang, e sim um espaço e tempo infinito para trás e para frente.

Ou seja, o universo sempre existiu e sempre existirá. Mas se o universo é infinito e repleto de estrelas, por que ainda vemos espaços escuros entre elas? Deveríamos ver tantas estrelas à noite que o céu teria uma distribuição homogênea de luz, mas não é isso o que ocorre.

  1. Continua após a publicidade Muitas explicações já foram propostas para resolver o paradoxo.
  2. Em 1901, por exemplo, o físico Lord Kelvin propôs que o tempo de vida das estrelas é muito curto para o céu parecer tão brilhante.
  3. Isso é verdade, mas ainda não soluciona o problema por completo.
  4. A melhor solução no momento é que o universo não é infinitamente antigo, mas tem algo próximo de 13,8 bilhões de anos.

Isso significa que só podemos ver objetos tão distantes quanto a distância que a luz pode percorrer em 13,8 bilhões de anos. Se houver estrelas mais distantes que 13,8 bilhões de anos-luz, a luz delas ainda não teve tempo de nos alcançar. Essa explicação ignora o problema da expansão do universo, que coloca objetos cada vez mais distantes de nós, e ainda assim podemos ver suas luzes, por causa do redshift.

A expansão do universo, no entanto, não contradiz a solução acima, mas pode complementá-la. A expansão faz com que luzes estelares fiquem ainda mais fracas, pois, quando uma fonte de luz está se afastando de nós, o comprimento de onda dessa luz é maior — o que significa que ela fica vermelha. Se essa fonte de luz se afastar demais, o comprimento de onda pode mudar tanto que não será mais visível.

See also:  Viagra Cialis Ou Levitra Qual O Melhor?

Continua após a publicidade Em outras palavras, as luzes emitidas por fontes que estão se afastando — como galáxias distantes — estão se tornando infravermelhas, micro-ondas e ondas de rádio, que não são visíveis para os olhos humanos, e, portanto, vemos apenas escuridão.

  1. Há ainda outros problemas, como as nuvens de poeira cósmica, que bloqueiam parte da luminosidade de muitas estrelas de nossa própria galáxia e impedem que o céu noturno seja um clarão cósmico.
  2. Isso não quer dizer, no entanto, que não existe luz no universo como um todo.
  3. Na verdade, se pudéssemos enxergar a luz na faixa do micro-ondas, veríamos tudo muito iluminado, graças à radiação cósmica de fundo, que é vestígio do Big Bang.

Portanto, o universo tem, de certo modo, seu brilho próprio — nós é que somos incapazes de enxergá-lo sem equipamentos específicos para “traduzir” o que é “visto” em outros comprimentos de onda. Fonte: Live Science, NASA

Como é dividida a atmosfera?

A atmosfera da Terra pode ser dividida em diferentes regiões com base em diferentes parâmetros. Com relação à temperatura, a atmosfera é dividida em troposfera, estratosfera, mesosfera e termosfera.

Qual é a maior camada da atmosfera?

Termosfera : é a camada atmosférica mais extensa, podendo alcançar os 500 km de altura. O ar é escasso e, por isso, absorve facilmente a radiação solar, atingindo temperaturas próximas a 1000ºC e se tornando, assim, a camada mais quente da atmosfera. Não pare agora

Qual é a camada em que vivemos?

Nós vivemos no planeta Terra, em uma camada chamada ‘ crosta terrestre ‘.

O que é atmosfera resposta?

Atmosfera, camada gasosa que envolve a Terra, é composta por gases como oxigênio, hidrogênio e gás carbônico. É dividida em camadas e garante a sobrevivência no planeta. O planeta Terra é envolto por uma camada gasosa conhecida como atmosfera terrestre.

O que significa atmosfera terrestre?

18 agosto 2014 Prcio de Moraes Branco A atmosfera terrestre a camada de gases que envolve a Terra; que no se dissipa, devido ao da gravidade; e que, vista do espao, mostra nosso planeta como uma esfera de cor azul brilhante. Ela importante porque nos protege da perigosa radiao ultravioleta procedente do sol e porque permite que a Terra mantenha o calor durante a noite e, por outro lado, no esquente demais durante o dia.

  • No fosse ela, a superfcie do nosso planeta teria diferenas enormes de temperatura entre as reas de sombra e as ensolaradas, como ocorre na lua, por exemplo.
  • Ela composta principalmente de nitrognio (cerca de 78,09% em volume), seguindo-se o oxignio (20,95%) argnio (0,93%), gs carbnico (0,039%) e pequenas quantidades de outros gases.

H tambm uma quantidade varivel de vapor d’gua, Quanto mais se sobe, a partir da superfcie terrestre, mais rarefeita se mostra. Por isso, sua massa, que de aproximadamente 5 x 10 15 toneladas, est concentrada principalmente prxima superfcie do planeta.

  1. Nos primeiros 11 km da atmosfera, encontram-se da massa total.
  2. A rarefao do ar progressiva e no h uma separao ntida entre a atmosfera e o espao exterior, ou seja, no h um limite superior definido para o envoltrio gasoso da Terra.
  3. Normalmente costuma-se colocar esse limite a 100 km de altitude, a chamada Linha Krmn,

Mas isso para fins relacionados aviao. Se levarmos em conta a ao da gravidade sobre os gases que envolvem a Terra, o espao exterior comea bem depois, ou seja, a espessura da atmosfera terrestre bem maior, de at 10.000 km talvez. As camadas que compem a atmosfera terrestre Convencionou-se dividir a atmosfera em cinco camadas, das quais trs so relativamente quentes e separadas por duas mais frias.

Os contatos entre essas cinco camadas recebem o nome de pausas, Troposfera a camada atmosfrica mais inferior, estendendo-se da superfcie da Terra at base da estratosfera. Ela responde por cerca de 80% do peso total da atmosfera e sua espessura mdia de aproximadamente 12 km, chegando a 17 km nos trpicos e reduzindo-se a cerca de 7 km nos polos.

a camada mais importante, porque a nica em que os seres vivos podem respirar normalmente e porque nela que ocorrem praticamente todos os fenmenos meteorolgicos, O limite entre a troposfera e a camada seguinte chamado de tropopausa, Ela situa-se a uma altitude varivel, que depende das condies climticas.

  1. Havendo turbulncia climtica, esse limite sobe.
  2. Normalmente, fica a uma latitude mdia de 17 km sobre a linha do Equador.
  3. Estratosfera Acima da troposfera e at 50 km de altitude, aproximadamente, est a estratosfera, que se caracteriza por movimentos horizontais do ar e por uma temperatura que aumenta com a altitude.

Apresenta pequena concentrao de vapor de gua e onde circulam muitos avies a jato. Como os fenmenos meteorolgicos ocorrem abaixo, na troposfera, ali uma zona de estabilidade, sem a turbulncia tpica das tempestades, chuvas, ventanias etc. Na estratosfera est a camada de oznio ( ozonosfera ), muito importante porque uma barreira que protege a humanidade das radiaes ultravioleta procedentes do sol.

  1. Ela fica principalmente no intervalo entre 15 a 35 km de altitude, embora a espessura varie sazonal e geograficamente.
  2. Cerca de 90% do oznio em nossa atmosfera est contido na estratosfera.
  3. O limite superior da estratosfera a estratopausa, zona em que a temperatura para de subir.
  4. Da em diante entra-se na mesosfera.

De 50 km a 80-85 km de altitude est a mesosfera. Nela, a tempertaura, que vinha aumentando com a altitude, passa a diminuir acentuadamente, chegando a 90 graus Celsius negativos no seu topo. nela que os meteoroides comeam a entrar em combusto, tornando-se incandescentes e formando as chamadas estrelas cadentes, que se v a olho nu na superfcie da Terra.

  1. Seu limite superior a mesopausa,
  2. Termosfera Na termosfera a temperatura volta a aumentar com a altitude, e rapidamente.
  3. Ela atinge, em mdia, 1.500C.
  4. Sua espessura varia entre 350 e 800 km, mas pode chegar a apenas 80 km, dependendo da atividade solar,
  5. Quando esta diminui de intensidade, a espessura da termosfera diminui tambm.

na termosfera que orbitam os nibus espaciais, O limite superior da termosfera marca o inco do espao exterior e chamado termopausa, Fisicamente, toda a radiao solar incidente atua abaixo da termopausa. Exosfera Da termopausa em diante est a exosfera. Nela, a atmosfera to tnue que os fenmenos que ali ocorrem praticamente no so percebidos.

  • Ela composta principalmente de hidrognio e hlio, mas as partculas que ali existem so to esparsas que podem viajar centenas de quilmetros sem colidir umas com as outras.
  • Alm disso, seguem trajetrias retilneas e, por isso, no se comportam como um fluido.
  • A termosfera e a exosfera compem a ionosfera, parte da atmosfera que vai de 50 a 1.000 km de altitude e que ionizada pela radiao solar.

A ionosfera influencia a propagao das ondas de rdio sobre a Terra e responspavel pelo magnfico espetculo das auroras boreais.

Qual é a importância das camadas da Terra?

As camadas da Terra são três: crosta, manto e núcleo. Elas compõem a estrutura interna do nosso planeta e possuem particularidades que as definem, como composição química, densidade e temperatura. Entre cada uma das camadas existe uma faixa de transição que recebe o nome de descontinuidade.

Quais são as 5 camadas da Terra?

A crosta, o manto, o núcleo, a litosfera e a mesosfera compõem a estrutura terrestre.