Laboratorio Cianorte

Dicas, Recomendações, Ideias

Qual A Moeda Da Argentina?

Qual o valor de R$ 1 na Argentina?

Converter Real brasileiro para Peso argentino

BRL ARS
1 BRL 69,6915 ARS
5 BRL 348,458 ARS
10 BRL 696,915 ARS
25 BRL 1.742,29 ARS

Quanto é R$ 100 na moeda Argentina?

Você está pagando demais ao seu banco?

Taxas de conversão de Real Brasileiro / Peso Argentino
100 BRL 6909.88000 ARS
250 BRL 17274.70000 ARS
500 BRL 34549.40000 ARS
1000 BRL 69098.80000 ARS

Qual é a moeda oficial da Argentina?

Que moeda NÃO levar para a Argentina: peso – Você NÃO precisa de pesos na chegada! Não compre pesos argentinos no Brasil. A cotação parece baratinha, mas é inferior até ao que você obteria fazendo câmbio oficial na Argentina. Lembre-se: você não precisa chegar à Argentina com pesos no bolso. Usar cartão para as primeiras despesas ou mesmo pagar diretamente com reais ou dólares será muito mais vantajoso.

Qual o valor de 1 kg de carne na Argentina?

Quanto custa 1kg de Contra-filé na Argentina? – O preço varia de R$ 21 a R$ 130 nos estabelecimentos da capital Buenos Aires. O levantamento mostrou um preço médio de R$ 84 nos restaurantes. concordo com os termos da LGPD. No Brasil, o valor varia de R$ 109 a R$ 165.

Quantos pesos preciso para passar 5 dias em Buenos Aires?

Quanto levar de dinheiro para Buenos Aires? – A ideia é concentrar os principais gastos ainda no Brasil. Então, leve para Buenos Aires valores para alimentação, passeios e gastos extras. A média é de $7,054 pesos argentinos, cerca de US$39, por dia em Buenos Aires, por pessoa. O valor pode variar conforme o perfil do viajante, para ajudar, pense nos seus gastos em outras viagens ou no dia a dia.

É melhor levar dólar ou real para Argentina?

Câmbio Buenos Aires 2023: Qual moeda levar: Real, dólar ou peso Tem alguma dúvida sobre o câmbio na Argentina? Entenda aqui como funciona o câmbio e qual moeda levar na viagem: real, peso, dólar ou cartão de crédito. Preparei um guia com todos os detalhes para você entender como trocar dinheiro e pagar tudo durante a viagem.

  1. A Argentina é hoje um dos destinos mais procurados pelos viajantes brasileiros.
  2. Seja para explorar o sul do país, na lindíssima região da Patagônia Argentina, ou mesmo para aproveitar tudo de melhor que Buenos Aires, a capital do país, tem para oferecer.
  3. Independente de qual é o seu destino dentro do país, o ponto que, atualmente, é o mais importante e merece a sua atenção na organização e no planejamento da viagem é saber como funciona o câmbio na Argentina e como você pode fazer o seu dinheiro valer muito mais.

Prepare-se para receber e andar com muitas notas | Fotos: Um Viajante Depois de viajar pela Patagônia e voltar recentemente de Buenos Aires, a dúvida que mais recebi nas redes sociais foi exatamente sobre dinheiro, câmbio e como estava pagando as despesas na viagem.

  • Para ajudar quem está organizando uma viagem e planejando especialmente o lado financeiro, decidi preparar este guia com todos os detalhes sobre o câmbio na Argentina, qual moeda levar, qual a melhor maneira de trocar seu dinheiro e como pagar desde as hospedagens aos gastos diários da viagem.
  • Para deixar o conteúdo bem organizado, vou dividir esse post em tópicos.

Assim, você pode utilizar o menu abaixo para navegar pelo conteúdo e ir direto ao ponto de interesse – mas recomendo que leia o post completo para pegar todos os detalhes. Se ainda tiver alguma dúvida, pode deixar um comentário no final do post, que vou tentar ajudar da melhor maneira possível.

A moeda oficial da Argentina é o peso argentino (ARS) e é essa moeda que você vai usar na viagem para Buenos Aires, Bariloche ou qualquer outro destino dentro do país. A nota que você vai usar com mais frequência e, também, receber ao trocar dinheiro é a de 1.000 pesos, Apesar de ter sido lançada uma nota de 2.000 pesos recentemente, ainda é difícil encontrá-la em circulação.

Você também vai perceber que é raríssimo receber moedas de pesos como troco. Por conta da inflação, a crise na Argentina e desvalorização do peso argentino, só encontramos notas circulando, sendo elas de 500, 200, 100, 50, 20 e, também, a nota de 10 pesos,

Se você prefere realmente levar dinheiro em espécie para fazer o câmbio na Argentina, pode levar tanto em reais quanto em dólares,

Mas atenção: na Argentina existe o câmbio blue, ou também chamado de câmbio paralelo. É importante que você entenda como ele funciona para não sair perdendo na conversão. Sobre trocar reais por pesos argentinos no Brasil, não faça isso! Essa é a pior opção que você tem e a que mais vai te deixar no prejuízo.

O câmbio oficial, que é o que você vai encontrar, por exemplo, nas casas de câmbio de Buenos Aires ou até nos sites oficiais de cotação do peso argentino.

E também o câmbio blue, que também é chamado de câmbio paralelo, funciona como um câmbio não oficial, mas que tem uma cotação muito melhor – chegando a pagar mais do que o dobro do câmbio oficial.

Só para você ter uma ideia da diferença entre o câmbio oficial e o câmbio blue, vou deixar aqui uma comparação, com base na cotação de hoje (agosto de 2023), considerando que fossemos trocar R$ 1.000 (mil reais). No câmbio oficial em Buenos Aires: R$ 1 Real = 50 pesos Trocando os R$ 1.000 reais no câmbio oficial, em uma das casas de câmbio de Buenos Aires, você receberia $ 50.000 pesos.

  • Lembrando que esse é um exemplo do câmbio blue entre real e peso, mas ele também funciona da mesma forma com dólar e euro.
  • Agora que já viu a grande diferença nas cotações, você precisa saber como conseguir fazer esse câmbio na sua viagem de uma forma segura.
  • Eu vou explicar aqui de uma maneira simples e resumida, porém, se você quiser ler um post bem detalhado sobre o câmbio blue e todos os detalhes para aproveitar esse câmbio paralelo, especialmente em Buenos Aires, vou deixar o link para você tirar todas as dúvidas:

O câmbio blue, ou câmbio paralelo, funciona à parte do câmbio oficial, por isso você não vai encontrar essa cotação em casas de câmbio tradicionais. Na verdade, você vai ter acesso ao câmbio blue em lugares informais: algumas lojas, restaurantes, lanchonetes e, até mesmo, pessoas na rua oferecendo essa vantagem.

  1. Mas aí vem o risco: por serem lugares informais, se você não tiver uma boa referência ou indicação, especialmente em Buenos Aires, pode ter chance de ser enganado e até receber notas falsas no momento da troca.
  2. Contudo, a boa notícia é que existe uma forma fácil e totalmente segura de aproveitar o câmbio blue sem riscos de cair em golpes: utilizando a Western Union, um aplicativo onde você pode enviar dinheiro em reais e sacar em lojas físicas no exterior.

Lojas da Wester Union em Buenos Aires | Fotos: Um Viajante Na primeira vez pode parecer algo complicado, mas, de verdade, você vai ver que é extremamente simples, O primeiro passo é instalar o aplicativo da no seu celular, disponível tanto para iOS quanto para Android,

Feito isso, é preciso criar a sua conta e depois de logado, na tela inicial do aplicativo, você vai clicar em ” Enviar Dinheiro”, O processo também pode ser feito pelo computador, mas, na prática da viagem o ideal é utilizar pelo celular. Na tela seguinte você vai marcar ” Argentina ” como destino e preencher o valor que deseja enviar (exemplo: R$ 1.000 reais ).

Na sequência vai aparecer como o destinatário (que será você) vai receber o dinheiro, marque ” Em uma loja “. Por fim, como você gostaria de pagar, selecione ” PIX ou transferência bancária “.

Eu sempre utilizei o PIX para transferir o dinheiro e em poucos minutos tive a confirmação de que o valor já estava disponível para retirada.

A tela vai mostrar o valor da sua transferência (R$ 1.000) + a taxa da WU (R$ 30,00). Com base nesse valor total, R$ 1.030, ele vai mostrar quantos pesos você irá receber. Na cotação de hoje (agosto 2023): $ 117.191 pesos. O próximo passo é colocar o destinatário, que será você mesmo.

Preencha com muita atenção o seu nome exatamente como está no documento que você vai levar na viagem. No meu caso, que tenho nome composto, preenchi o meu primeiro nome no campo ” Nome ” e todo o restante do meu nome ( nome do meio inclusive ) no campo ” Sobrenome “. O campo “Nome do meio” eu deixei em branco e assim não tive nenhum problema.

Veja que os campos de e-mail, cidade e telefone não são obrigatórios preencher (já que é você mesmo). Por fim, na finalidade da transação você vai colocar Viagens Internacionais (no Exterior), E pronto! Você irá receber as informações para fazer o PIX e, também, um alerta no seu e-mail com o código da sua transferência.

Veja que o PIX da Western Union normalmente é um e-mail. Copie o e-mail e confira o valor exato que você vai transferir. Faça todo esse processo com calma para não ter erro. Poucos minutos após confirmar o PIX você receberá a confirmação de que o seu dinheiro está disponível para retirada em uma das lojas físicas da Western Union na Argentina.

Em Buenos Aires existem muitas lojas da Western Union e aqui vai mais um ponto que você precisa se atentar. As lojas da Western Union não são como um banco algumas inclusive são portinhas ligadas a estabelecimentos com outros serviços de pagamento. Por ser uma opção prática, onde você pode inclusive fazer transferências ao longo da viagem, e sempre com ótimo câmbio, pode acontecer de uma loja ficar sem dinheiro ou, também, ter uma longa fila e tomar tempo da sua viagem,

Mas olha, eu quero ser realista e não te assustar e desmotivar. É importante conhecer e entender esses detalhes, mas é a melhor opção que existe hoje, O que eu percebi em Buenos Aires é que existem lojas muito simples – realmente uma portinha com uma janela – e lojas maiores, com uma estrutura mais completa.

Wester Union no bairro Palermo, Buenos Aires | Foto: Um Viajante A minha sugestão é que você procure pelas lojas maiores da Western Union, como essa que utilizei no bairro Palermo. A loja tem uma ótima estrutura; você vê que ela chega a parecer uma agência bancária; todos os atendentes têm máquinas para contar e verificar as notas; enfim, é uma opção muito melhor que as lojas de “portinha”.

  1. Veja no mapa onde fica a loja que eu fiz o saque em Palermo : Dica: ao fazer uma transferência na Western Union, a sua retirada precisa ser do valor total transferido.
  2. Ou seja, se você fizer uma transferência maior e eles não tiverem o valor suficiente, você não pode retirar apenas uma parte.
  3. Terá que procurar outra loja ou voltar em outro dia.
See also:  Qual Iphone Tem A Melhor Camera?

Uma sugestão para quem vai transferir um montante maior de dinheiro é dividir o valor em mais de uma transferência, Assim, basta chegar na loja e falar que você vai fazer mais de uma retirada. Cada uma das retiradas vai ter um código e assim você tem menos chances de ficar sem nada de dinheiro.

Hoje existe, sim, um benefício de usar cartão de crédito na Argentina, diferente do que passamos na maior parte das viagens internacionais. Após uma medida recente, algumas bandeiras de cartões estão trabalhando com câmbios que chegam próximo ao blue – não exatamente igual, mas com boas cotações. Para quem tem cartão da bandeira Visa, o seu extrato irá exibir exatamente o câmbio final da sua compra.

Já para clientes com a bandeira Mastercard é um pouco mais confuso (e ruim na minha opinião), pois ele vai utilizar o câmbio oficial e depois, normalmente em outro dia, vai fazer um estorno com a diferença de valor. Essa é uma dica relativamente nova e, por isso, muitas pessoas não sabem e acabam não aproveitando.

O ponto que você precisa considerar aqui é o IOF do cartão de crédito, que é de 6,38%. Esse IOF é o que pesa em utilizar o cartão muitas vezes na viagem. Apesar de parecer claro que utilizar o câmbio blue, fazendo a transferência pela Western Union, seja a melhor escolha para a sua viagem, existe um pulo do gato que vai ajudar a economizar ainda mais e, acredite, é uma jogada para você usar tanto nos pagamentos em espécie quanto em cartão de crédito,

Utilize o dinheiro que você transferiu pela Western Union, com o câmbio blue, para pagar as despesas gerais da sua viagem: restaurantes, atrativos, cafés, bares, transportes, presentes, vinhos, alfajores, entre outras coisas. É o dinheiro que você vai usar no dia a dia da sua viagem.

Sim! Isso mesmo ao pagar seu hotel com cartão de crédito você vai ter um desconto de 21%. Por isso, mesmo pagando o IOF de 6,38% do cartão, você ainda estará ganhando um desconto de mais de 10%.

Dica de ouro: entre no e coloque para ver os valores em pesos argentinos, Se você ver os valores em reais, ele vai mostrar com base no câmbio oficial e com isso, os hotéis vão parecer muito mais caros do que você realmente vai pagar. Ao fazer a, que é onde eu recomendo que você sempre reserve a sua hospedagem, verifique a opção de ” cancelamento grátis – pague na acomodação “.

  1. Com isso, você só vai pagar o seu hotel quando estiver no destino e usará o seu cartão de crédito.
  2. Ao fazer sua reserva pelo Booking você dá uma super força com o meu trabalho e me ajuda a continuar produzindo conteúdos como esse.
  3. Não tem nada pior do que sair no prejuízo por cair em um golpe ou simplesmente por desconhecer alguma informação.

Por isso, quero reforçar alguns pontos sobre a Argentina, especialmente sobre o câmbio em Buenos Aires, que você deve ficar atento e nunca fazer:

  1. Nunca troque reais por pesos argentinos no Brasil: essa é pior cotação que existe e você vai perder muito dinheiro.
  2. Não faça o câmbio nas casas de câmbio tradicionais: elas operam na cotação oficial e você também vai sair perdendo.
  3. Não faça o câmbio com desconhecidos nas ruas: na Rua Florida de Buenos Aires existem muitas pessoas te abordando para fazer o câmbio. Cuidado! Você pode cair em um golpe e até receber notas falsas.
  4. Sempre que for sacar uma transferência da Western Union, procure por lojas maiores e onde exista a máquina para verificar e contar dinheiro: dependendo do montante transferido, são muitas notas que você vai receber. Sem a máquina é muito difícil conferir o valor e, sem perceber, você pode receber menos dinheiro.
  5. Apesar de me sentir bastante seguro em Buenos Aires, eu sempre deixava uma parte do valor no cofre do hotel e carregava comigo apenas uma parte do dinheiro.

Resumindo a explicação com base nas minhas viagens recentes para a Argentina. Aproveite e salve esse post no seu para não perder as informações: Se for utilizar a Western Union, que é o que eu recomendo, você não precisa levar nenhum valor em espécie, já que as transferências são via PIX e você pode fazer isso em qualquer momento da viagem.

  • Caso prefira levar o dinheiro em espécie, tanto real quanto dólar podem ser usados no câmbio blue,
  • Fique sempre atento ao lugar que você vai fazer o seu câmbio: uma dica é tentar conversar com a recepção do seu hotel para conseguir uma indicação de confiança.
  • Por fim, para pagar a sua hospedagem, nesse momento, a melhor alternativa é utilizar o cartão de crédito.

Lembre-se que o seu cartão precisa ser internacional e, dependendo do banco, precisa estar liberado ou com aviso viagem.

Caso a sua bandeira não seja Visa ou Mastercard, entre em contato com a central de atendimento e pergunte como eles estão trabalhando com o câmbio na Argentina.

Por conta dos preços super atrativos, tem muita gente viajando para a Argentina. Com isso, claro, conseguir um bom hotel não está tão fácil – especialmente se você for viajar nos períodos mais procurados, como inverno e férias. A melhor sugestão que posso dar é para você reservar seu hotel com antecedência, garantindo assim as melhores opções.

  1. Lembre-se de alterar a configuração do para ver os valores em pesos argentinos e fazer a reserva onde tenha a opção ” cancelamento gratuito – pague na acomodação”,
  2. Espero que esse guia ajude na sua viagem e tenha esclarecido suas dúvidas sobre o câmbio na Argentina, qual moeda levar e, principalmente, sobre o câmbio blue.

Se tiver qualquer pergunta ou quiser compartilhar sua experiência, fique à vontade para comentar no post. Buen viaje!! : Câmbio Buenos Aires 2023: Qual moeda levar: Real, dólar ou peso

Pode usar real na Argentina?

Vai para a Argentina nas férias? Saiba se deve levar dólar, real ou peso neste momento de crise Os problemas econômicos da Argentina podem afetar os planos do turista brasileiro que escolheu o país vizinho para curtir as férias de julho. O peso argentino está derretendo e a mudança na política econômica do país pode alterar ainda mais a situação.

  • Mas se por um lado a questão cambial pode deixar a viagem para o brasileiro mais barata, por outro ele precisa ter uma estratégia definida sobre qual moeda usar para pagar passeios, presentinhos e refeições, que precisam ser quitados na hora.
  • Especialistas dizem que o indicado é se blindar.
  • A melhor estratégia, nesses casos, é diversificar: dólar, moeda local e cartão, com a porcentagem maior para o dólar.
See also:  Muvafakat Ne Demek?

O real não é uma moeda bem-vista na Argentina. Por esse motivo, há um deságio local maior”, diz Mauriciano Cavalcante, diretor de câmbio da Ourominas. “Um almoço completo, em Bariloche, com o que há de melhor no cardápio, custa quatro mil pesos, ou seja, o equivalente a US$ 15 ou aproximadamente R$ 80”, diz Aldo Leone Filho, presidente da Agaxtur Viagens, que fundamenta a ideia de que a moeda norte-americana é o melhor meio de pagamento na Argentina atualmente.

O dólar é bem aceito pelos argentinos, segundo Cavalcante, da Ourominas, mas, em alguns casos, para pagamento de despesas, por exemplo, também há um deságio maior. Por causa dos custos envolvidos, ele diz que o cartão de crédito deve ser a última opção do turista, mas não pode ser descartado. “Em porcentagem eu indicaria 60% dólar, 30% peso (moeda local), e 10% poderiam ser no cartão e em reais”.

Já para Stéfano Assis, presidente e co-fundador da Melhor Câmbio, para não ter dor de cabeça exatamente num período que deveria ser de diversão, o turista precisa levar dólares em papel moeda e trocar esse dólar na Argentina por peso argentino. É importante evitar lugares turísticos – casas de câmbio dentro de shopping centers, por exemplo.

O ideal é encontrar um local em que os argentinos fazem esse serviço quando viajam para o exterior. “É a melhor alternativa, ainda mais agora, em que o câmbio está desfavorável, tanto para o real quanto para o peso argentino”, ressalta Stéfano. Ele explica o que é o conceito de “moedas exóticas” : quando há dificuldade para encontrar alguma moeda, ela ganha esse nome.

Esse é o caso do peso argentino no Brasil, porque não tem demanda e é difícil de encontrar nas casas de câmbio. Isso faz com que preço dele, na cotação, seja relativamente maior do que se fosse comprado na Argentina. Aí vem a pergunta – não seria melhor pagar em reais por lá? A resposta é não.

  1. Justamente pelo mesmo efeito.
  2. Lá na Argentina o real é considerado também moeda exótica.
  3. E o turista vai encontrar uma conversão para peso argentino pior do que o dólar”.
  4. Desta forma perde-se menos convertendo em dólar aqui, ainda que a moeda norte-americana esteja mais alta, e depois fazer a conversão do dólar para o peso argentino lá.

“Há uma alta desvalorização do dólar em relação ao peso argentino. Essa troca compensa mesmo assim “, detalha. Independentemente da “arquitetura cambial” que o momento pede, é importante levar uma pequena quantia da moeda local, já comprada no Brasil, suficiente para fazer uma refeição ou pegar um táxi, por exemplo.

  • O turista estará garantido, caso as casas de câmbio estiverem fechadas por conta da hora de chegada ou do dia da semana.
  • Comprar aqui é mais caro, mas, nesse caso, é o caro que sai barato.
  • O prático cartão de crédito ocupa o último lugar da lista de possibilidades para gastos no exterior, ao se levar em conta os cursos.

Segundo especialistas, ele deve ser usado apenas para eventualidades e emergências – se o turista foi roubado e não sobrou nem uma moedinha esquecida no fundo do bolso. Isso porque a taxa de IOF no cartão de crédito é de 6,38%; e não podemos esquecer da taxa de câmbio, que inclui o spread (lucro do banco) que o emissor do cartão ganha com a operação.

  1. Alguns turistas brasileiros que estão na Argentina estão recorrendo a uma antiga conhecida prática de quem viveu no Brasil nos anos 1980 e início dos 1990: comprar moeda no mercado paralelo, conhecido como o câmbio blue.
  2. É um mercado informal e bem antigo por lá, mas a reportagem do Valor Investe apurou que a atividade está crescendo em razão da crise.

Segundo uma turista, que levou dólares e reais, e chegando em Buenos Aires, trocou reais por pesos no câmbio blue, o preço do câmbio oficial entrega muito menos pesos a cada dólar, e chega a ser proibitivo. Mas o turista precisa ter muito cuidado com esse mercado, porque não é possível saber se as notas são verdadeiras, por exemplo. Qual A Moeda Da Argentina Brasil e Argentina — Foto: Getty Images : Vai para a Argentina nas férias? Saiba se deve levar dólar, real ou peso neste momento de crise

Quanto custa um lanche do Mcdonalds na Argentina?

Quanto custa o Big Mac no Brasil e na Argentina? – De acordo com o levantamento do The Economist, o lanche custava 590 pesos para os hermanos em julho de 2022, com cada valendo 129 pesos. Ou seja, à época, o lanche custava o equivalente a US$ 4,57 ou R$ 24,06 na conversão para o real.

  1. No Brasil, por sua vez, o valor do Big Mac era de R$ 22,90 (US$ 4,46), com a moeda norte-americana valendo R$ 5,39.
  2. Diferença, portanto, de R$ 1,16.
  3. Quase um ano após o último levantamento, a situação econômica na Argentina piorou e o preço do Big Mac refletiu o quadro.
  4. Se um argentino morador de Buenos Aires decidir hoje abrir o site do McDonald’s verá que o Big Mac custa 1.550 pesos argentinos – uma alta de 162% em relação a julho de 2022.

Com cada unidade do peso valendo US$ 0,0042, o valor do lanche seria US$ 6,57 – o equivalente a R$ 32,82, R$ 8,76 a mais do que em junho de 2022. No Brasil, caso um morador da cidade de São Paulo decidisse abrir o Ifood para pedir um Big Mac, ele veria que, no Shopping Center 3, localizado na Avenida Paulista, o lanche custa R$ 24,90, ou US$ 4,99 – R$ 2 a mais do que era em junho de 2022, ou 8,73%.

Qual o valor do litro da gasolina na Argentina?

2023) o aumento dos preços dos combustíveis na Argentina em 12,5%. Com a medida, os valores referentes ao litro da gasolina e do diesel em Buenos Aires devem variar de 250 pesos argentinos (cerca de R$ 3,55, na cotação atual) a 362 pesos argentinos (R$ 5,12).

O que vale a pena comprar na Argentina 2023?

O que comprar em Buenos Aires? Se você gosta de comprar objetos únicos e representativos de cada lugar, vale a pena investir naquilo que a Argentina tem de melhor. No caso, artigos de couro e peças de design local, tanto em roupas, sapatos e acessórios como em objetos de arte e decoração.

Quanto custa um pão na Argentina?

Peso argentino ($) Dólar ($) Euro (€) Água (garrafa 330 ml) 220,00 $.0,86 $. O acordo contempla um preço de referência do pão francês entre US$ 220 e US$ 270 em todo o território nacional por um período de 90 dias.

Quanto vale 1 real na Argentina 2023?

Quem acompanha, mesmo por cima, as notícias da Argentina já sabe que a economia do país é muito particular. Moeda instável e alta inflação são assuntos sempre em pauta que terminam repercutindo nos planos de quem pretende passar uns dias em Buenos Aires ou em outras cidades “hermanas”.

Se você quiser extrair o melhor valor do seu dinheiro em 2023, a dica de ouro é: não troque reais por pesos argentinos no Brasil ! Isso porque fora do país será aplicado tipo de câmbio oficial do peso argentino, que é bem menos vantajoso do que outras cotações disponíveis. A excelente notícia é que desde dezembro de 2022 os cartões de crédito Visa e Mastercard implementaram um câmbio especial para turistas não residentes, permitindo o acesso à cotação mais favorável do peso sem a necessidade de usar dinheiro vivo.

Depende! Atualmente a moeda argentina é negociada em mais de 10 tipos de câmbio diferentes. Os dois mais comuns são o câmbio oficial e o câmbio paralelo ou “blue”, que mais que duplica o valor do oficial, Como exemplo, em outubro de 2023 com R$ 1 você podia adquirir aproximadamente:

  • 70 pesos no câmbio oficial;
  • 160 pesos no câmbio oficial para turistas, no câmbio paralelo ou em cotações alternativas.

A recomendação é levar reais e ir trocando por pesos argentinos em pequenas quantias. Levar dólares também é uma opção se você já tiver a moeda, mas não é necessário comprar só para levar. Além disso, tanto reais como dólares são moedas muito aceitas no comércio, normalmente com um câmbio melhor do que o oficial. melhor cotação do peso argentino Desde dezembro de 2022, os bancos e as casas de câmbio autorizadas da Argentina podem vender pesos a uma cotação especial para turistas estrangeiros não residentes. Além disso, cartões como Visa e Mastercard também foram autorizados a aplicar esse câmbio para as operações internacionais.

As novas regras permitem que o turista tenha acesso a uma cotação muito similar à do câmbio paralelo (conhecida como “dólar MEP”). Antes a única possibilidade era passar pelo câmbio oficial, o mais desfavorável de todos. Verifique a cotação diária do “dólar MEP” ou “dólar bolsa” em sites como dolarhoy.com e repare como é bem maior que a do dólar oficial e similar à do dólar blue.

Para obter a cotação estimada do “real MEP”, basta fazer as contas dividindo o valor do dólar MEP pelo tipo de câmbio real/dólar. Esse é o câmbio que pode ser obtido ao comprar pesos argentinos em bancos e casas de câmbio oficiais como turista estrangeiro.

No caso de usar cartões de crédito ou débito brasileiros, deve-se descontar a incidência das taxas do cartão e do imposto IOF. Uma observação: não confunda o câmbio oficial para turistas com o que os argentinos chamam de “dólar turista”. Este último, também denominado “dólar solidário”, é um valor entre o oficial e o paralelo que eles pagam quando fazem compras internacionais com cartão de crédito.

Se for usar cartões de crédito, débito ou pré-pagos emitidos fora da Argentina, o câmbio oficial do peso é aplicado no ato e após alguns dias você recebe na fatura o reembolso da diferença de cotação com o câmbio especial. Essa nova regra está vigente desde dezembro de 2022.

  1. Se for trocar dinheiro em espécie, leve dólares ou reais ao viajar para a Argentina.
  2. Para ter acesso ao câmbio especial em bancos ou casas de câmbio, é necessário apresentar o documento usado para entrar no país e preencher uma declaração juramentada se comprometendo a não ultrapassar o limite de 5 mil dólares por mês,
See also:  Qual A Data Do Carnaval Em 2023?

Chegando a Buenos Aires de avião, seria conveniente fazer o câmbio a pesos argentinos nas agências do Banco Nación que ficam dentro dos aeroportos. Essas agências abrem todos os dias, com a diferença de que a de Ezeiza funciona 24 horas por dia e a do Aeroparque abre das 6h da manhã à meia-noite.

  1. Para trocar o dinheiro na cidade existem diversas casas de câmbio autorizadas nas proximidades da calle Florida, principalmente entre os números 400 e 600 da calle Sarmiento, o que permite comparar facilmente as diferentes cotações.
  2. Se estiver hospedado fora do centro, vale a pena consultar no hotel qual é a corretora mais próxima.

Os bancos e casas de câmbio abrem de segunda a sexta das 10 às 15h. Qual A Moeda Da Argentina melhor cotação do peso argentino O câmbio paralelo, popularmente chamado de “dolar blue” na Argentina, é um tipo de câmbio informal que convive com o câmbio oficial do peso. Embora esse mercado também exista no Brasil e em vários outros países, a diferença é que na Argentina as negociações paralelas acontecem de forma corriqueira, especialmente em épocas de controle cambial.

Depois de um curto período sem restrições, no final de 2019 os argentinos foram (mais uma vez) praticamente impedidos de comprar dólares ou outras moedas no câmbio oficial. Na prática, voltou a prevalecer o mercado informal, com cotações mais altas para quem compra e também para quem vende. Apesar de ser tão usual, vale lembrar que a compra e venda no câmbio paralelo não deixa de ser uma negociação ilícita.

Isso porque os vendedores operam na clandestinidade, sem nenhuma autorização do Banco Central da Argentina. Verifique a cotação diária do “dólar blue” em sites como dolarhoy.com e repare como é bem maior que a do dólar oficial. Esse é o câmbio que pode ser obtido trocando dólar por pesos argentinos nas “cuevas”.

Para obter a cotação estimada do “real blue” na Argentina, basta fazer as contas ou conferir o valor em sites como este, Vale lembrar que as cotações do mercado paralelo são apenas referências e que o valor definitivo será aquele oferecido no momento da troca. Em primeiro lugar, leve dólares ou reais em espécie ao viajar para a Argentina.

Para trocar seu dinheiro com a cotação “blue”, você deverá encontrar doleiros (“arbolitos”) na rua ou conseguir o contato de algum cambista. Em Buenos Aires, a famosa Calle Florida é onde fica a maior concentração de doleiros por metro quadrado. Você também pode perguntar no seu hotel se indicam algum lugar de confiança. Qual A Moeda Da Argentina melhor cotação do peso argentino A Western Union é hoje a alternativa que dá acesso à melhor cotação do peso argentino, e ainda de forma totalmente legal. Por esse motivo, se tornou o método de transferência preferido dos brasileiros que moram na Argentina.

  • A boa notícia é que você não precisa ser residente nem ter conta bancária no país para usar a Western Union.
  • Basta enviar reais e retirar os pesos em qualquer uma das muitas agências WU espalhadas por Buenos Aires e por toda a Argentina.
  • Verifique em tempo real a cotação do peso no site oficial da Western Union,

Basta escolher que quer enviar dinheiro para a Argentina. O tipo de câmbio costuma ser inclusive melhor que o “real blue” do mercado paralelo. Leve em conta que a cotação exata e o valor a receber serão determinados na hora do pagamento. Fazendo a transferência pelo app WU Brasil, você só paga a taxa de 9,90 reais e tem isenção do imposto IOF.

  1. Baixe o app WU Brasil e faça seu cadastro.
  2. Transfira reais da sua conta bancária brasileira para a conta da Western Union, via home banking ou caixa eletrônico. Outra alternativa é depositar reais em uma agência Western Union no Brasil.
  3. Preencha os campos do destinatário com seus próprios dados.
  4. Receba o dinheiro equivalente em pesos argentinos em qualquer agência Western Union na Argentina.

Alguns dos aplicativos de envio de dinheiro mais conhecidos, como o RemessaOnline, não trabalham com pesos argentinos. Outros, como o Wise e Moneygram, operam com a moeda argentina mas só oferecem a cotação oficial. Além disso, as taxas são bastante altas hoje em dia, não havendo quase diferença com uma transferência bancária comum. Qual A Moeda Da Argentina melhor cotação do peso argentino Sim, criptomoedas! E você não precisa ser um investidor super arrojado para se beneficiar com esta alternativa. Na verdade, o conceito é utilizá-las apenas como moeda “ponte”, sem se expor às suas flutuações de preço. Uma opção é comprar b itcoins com reais na plataforma da sua preferência e no mesmo dia usar esses bitcoins para sacar pesos argentinos em Buenos Aires usando caixas eletrônicos especiais ! Se tiver conta na Argentina, você também pode usar plataformas de criptomoedas como a Bitso para trocar reais por pesos argentinos de forma direta a um excelente tipo de câmbio.

  1. Crie uma conta na corretora de criptomoedas da sua preferência, Algumas opções populares no Brasil são Binance, BitcoinTrade, MercadoBitcoin.
  2. Compre bitcoins transferindo reais da sua conta bancária brasileira para a conta da corretora.
  3. Venda os bitcoins em Buenos Aires usando qualquer caixa eletrônico da Athena, por exemplo o que fica no Alto Palermo Shopping ou no Abasto Shopping, Basta escanear o código QR associado à carteira da sua corretora.
  4. Saque o dinheiro em pesos argentinos com uma cotação equivalente à do “real blue”.

Esta opção não requer estar fisicamente na Argentina mas é preciso ter contas bancárias ou contas digitais que recebam pesos argentinos.

  1. Crie uma conta na corretora Bitso, que opera tanto com reais como com pesos argentinos.
  2. Transfira reais da sua conta bancária brasileira para a conta da Bitso.
  3. Troque os reais por pesos argentinos, A Bitso faz uma “ponte invisível” com criptomoedas para oferecer este serviço ao melhor tipo de câmbio.
  4. Transfira os pesos argentinos para a sua conta bancária ou para contas digitais com CVU como o MercadoPago.

Vale muito a pena considerar também plataformas inovadoras como Buenbit, Belo ou Lemon, Além de serem corretoras, as três oferecem cartões de débito que permitem fazer compras diretamente com criptomoedas, as quais são convertidas a pesos no ato da transação. Além disso, todas têm cashback, ou seja, devolvem uma pequena porcentagem de cada compra em criptomoedas.

  • Ainda não há comentários.
  • 6 principais outlets de Buenos Aires (e um evento!) 6 principais outlets de Buenos Aires (e um evento!) Guia Vale a pena fazer compras em Buenos Aires? Essa é uma das dúvidas mais frequentes dos turistas que pretendem visitar a cidade. Se estivermos falando exclusivamente de preços baixos, a resposta é “depende”. À primeira vista, pode parecer que a Argentina é toda uma pechincha 6 melhores shows de tango em Buenos Aires (e o mais polêmico!) 6 melhores shows de tango em Buenos Aires (e o mais polêmico!) Guia Quem visita Buenos Aires deveria assistir um show de tango pelo menos uma vez! Além de ser uma das atrações mais procuradas por turistas do mundo todo, os shows de tango transmitem artísticamente o caráter próprio da cidade, entre melodias nostálgicas, movimentos